//
home

Último Post

Era uma vez um começo difícil…

_96923106_8d67a5df-fa8d-415e-b35b-d0d46306c4c9
Aquela folha em branco pronta para receber uma história que estava pronta na cabeça. Porém, a distância do pensamento para a ponta do lápis era enorme que a clareza das ideias não conseguiam se organizar em palavras até chegar na ponta dos dedos.
Começava… mas não parecia que era assim o que tinha pensado.
Apagava e recomeçava.
Ainda não estava do jeito que as ideias apareciam.
Eram um tanto de sonhos, planos, opiniões e certezas mas o lápis, teimoso que era, não conseguia entender.
Escrevia, rabiscava, reescrevia, apagava e, de novo, começava.
Nessa dança das ideias entre cabeça e papel, a história, que parecia difícil no início, foi se transformando de sonho para plano. E, você sabe como são os sonhos, a gente sonha fácil e esquece que começa difícil.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 318 outros seguidores

Autocrítica

Quando se tira a vaidade do caminho para se enxergar melhor por dentro.

(Adriana Falcão , Palavras ao Vento)

Categorias

No baú

E em 140 caracteres

%d blogueiros gostam disto: