//
home

Último Post

Te desejo

De tudo que posso te desejar, desejo aquilo que te é mais raro.

Desejo que descubra tempo. O tempo para andar calmamente e olhar a poesia de uma flor que nasce na rua. Tempo para sorrir dos bons momentos e chorar do que te aperta o coração.

O tempo de poder se recolher em si e pensar. E acima de tudo, tempo para sonhar.

Mas desejo um tempo não egoísta, um tempo que compartilha. Um tempo que escolhe companhia para caminhar, olhar poesia, rir, chorar, pensar e sonhar. Tempo o suficiente para que apenas possa desfrutar, olhando ele passar.

Sem pressa, vivenciar cada momento que o tempo passar. Sem desperdício. Porque abundante, ainda é raro. E assim, a cada momento ter a certeza que é profundo e leve. Do mesmo jeito que se banha no sol, se banha na chuva e entende que o calor e o frio são ciclos. Em nós também. Por que o tempo é mestre. E só aquele que sabe que não o tem, o terá em cada momento.

E é isso que te desejo.

Poesia para o Vini, que encontre não só hoje mas todos os dias esse tempo que tanto nos é precioso e compartilhamos com tanta intensidade.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se aos outros seguidores de 295

Autocrítica

Quando se tira a vaidade do caminho para se enxergar melhor por dentro.

(Adriana Falcão , Palavras ao Vento)

Categorias

No baú

%d blogueiros gostam disto: