//
você está lendo...
Diferenças Culturais

Gafes Culturais – Consulta Médica – Pediatra I

Marcamos a primeira consulta no pediatra para as crianças na semana seguinte que chegamos. Já estava nos planos porque quaríamos que as crianças tivessem o raio do médico responsável. Além disso, que já era motivo suficiente, o Antonio estava cheio de feridas por conta da combinação “frio + ar condicionado quente + ar seco na casa + pais desavisados”.

Vamos à primeira consulta.

A pediatra foi altamente recomendada por diversos brasileiros que por aqui passaram ou estão. Dentro todas que foram, essa parecia boa e atenciosa – lembre-se que o contato interpessoal não é o forte dessa grande nação.

Ao ligar para marcar, a secretária – que parece mais um leão de chácara – começa:

– Por que quer marcar a consulta?

– Já é paciente?

– Quem recomendou?

– Mas o que a criança tem?

– Nome? Idade?

– Plano de saúde?

Passado pelo questionário, marquei. E se não fosse nada urgente poderia ter levado mais de mês. Sempre recomenda-se chegar meia hora antes de qualquer consulta. O lado bom é que raramente atrasa. O que você faz nessa meia hora? Preenche  mais ou menos doze questionários sobre doenças que você nunca nem tinha ouvida falar. Claro que não se deve jamais ir à uma consulta sem estar equipado com um dispositivo móvel com internet para consultar o google.

A enfermeira chama, pesa e mede a criança e, já em um dos cinco consultórios, olhando para o computador, te pergunta todas as coisas as quais você já tinha escrito nos formulários e entregue ao leão de chácara. Adiciona três ou quatro perguntas sobre  a rotina da criança, como leite, quanto toma, sono e pede para aguardar que o médico já vem. Nisso, ela te entrega dois ou três folhas com os seguintes conteúdos:

– Explicação da vacina que a criança vai tomar e suas possíveis reações.

– Desenvolvimento da criança da idade: o que é esperado, brincadeiras para estimular e qual o próximo estágio. Isso inclui alimentação, introdução dos alimentos, se é hora de trocar mamadeiras pelos copinhos, etc.

Cheia de sorrisos, a médica entra depois de longos dez a quinze minutos, senta no computador e repete todas as perguntas que a enfermeira já fez e que você já respondeu nos formulários. Com seu estetoscópio em riste, ouve coração e pulmão, passa a mão na moleira, olha barriga, dobra as pernas para checar articulações.

Realmente, muito atenciosa, conversar com os pequenos e sentencia: use creme e uma pomada de corticóide após o banho. Bye!!! Te vejo em três meses…

Bye? Bye

Resultado:

– Alô? Eu queria falar com o Dr Leonardo…

Anúncios

Sobre Hearts and Minds

Avessa a mudanças, tive a grata surpresa de descobrir que tudo pode mudar. Menos as coisas mais importantes da vida. Porque aquilo que não toca no coração, não fica na mente.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

E em 140 caracteres

%d blogueiros gostam disto: