//
você está lendo...
Pensamentos

A galeria

Todo dia tinha um quadro em branco a ser pintado. Demorou para que eu conseguisse fazer os primeiros Arabiscos. Passava horas olhando mas não conseguia começar porque, o que eu imaginava, era lindo e perfeito, mas eu não sabia como fazer. Então notei que a galeria guardava os quadros que eu deixei em branco. E os com os rabiscos.

Me acostumei com o pincel, com a textura, com a cor. E um belo dia, tinham duas cores. No outro, mais outras tantas e pincéis diferentes. Queria fazer o quadro mais lindo do mundo mas não sabia. E a cada dia, tinha uma nova tela para praticar.

BTinha dias que o desenho era iluminado; outros dias sombrios; outros, melancólicos. Não eram exatamente o que eu imaginava. Resolvi fazer devagar. Começava, parava, continuava, parava e o dia acabava. E o quadro voltava a ficar branco. A tela inacabada se juntava aos demais quadros da galeria. Só podia observá-los, já não podia terminá-los.

Entendi, então, que cada dia era o tempo para começar e terminar, para errar e Caperfeiçoar, para desenhar e realizar. Era o que fazia. Todos os dias. Fiquei confiante, dominava a tela, as tintas, os pincéis. Mas foi então que um dia, no lugar da tela, havia um papel e, no lugar das tintas, giz.

Com receio e curiosidade, tentei. Era diferente, mas segui. E numa constância sem lógica, o material mudava. Às vezes era grafite, às vezes era spray, às vezes era tinta sem pincel. No chão, na tela, na parede, no papel.

EOs desenhos passaram a oscilar junto com os materiais. E voltei a esperar. DComeçava e deixava para amanhã. Mas o novo dia chegava e o desenho já tinha ido para a galeria. Do jeito que estava. Esbravejar? Rasgar o papel? Destruir a tela? Lá estavam eles, pendurados na galeria.

Quisesse ou não, o dia era hoje e as ferramentas, as que se apresentassem.

E fiz o desenho mais lindo que podia, a cada dia, com o que podia. Porque ontem não posso tocar mais e amanhã… amanhã nunca chega. O dia é hoje.

Feliz dia novo!

IMG_5415

Anúncios

Sobre Hearts and Minds

Avessa a mudanças, tive a grata surpresa de descobrir que tudo pode mudar. Menos as coisas mais importantes da vida. Porque aquilo que não toca no coração, não fica na mente.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

E em 140 caracteres

%d blogueiros gostam disto: