//
você está lendo...
Dicas

Um novo olhar sobre Nova York

Qualquer passeio com criança é particular. Ou porque você não teria ido naquele lugar se não tivesse filhos; ou porque não poderia ter ido a determinado lugar justamente porque tem filhos; ou, simplesmente, porque visitar um lugar com filhos, é completamente diferente do que visitá-lo sem os pimpolhos.

Nova York se enquadra nessa classificação. Um cidade completamente diferente quando se pensa em levar criança. Mas ainda assim, maravilhosa.

Passeios, shows e atividades variam de acordo com a época do ano. E a que eu menos gostei, foi o verão. Entre junho e agosto, o calor é insuportável e as atividades externas ficam extremamente cansativas. A cidade é incrível para caminhar e explorar cada quadra. Mesmo usando o metrô, que te leva para qualquer parte, o calor é muito. Acredite, é muito. 37o C às oito da noite, é muito!

E aqui, a temperatura pode fazer diferença na paisagem e nas atividades. Além de passeios típicos de inverno, por exemplo, uma opção para os extremos de temperatura são os museus. Uns mais, outros menos focados no público infantil, mas ainda assim dá para divertir os pequenos.

Desta última vez, estivemos no Children Museum of Arts. Não é muito grande mas super interessante, mais ou menos no estilo dos demais voltados para crianças, como Please Touch Museum e Delaware Children Museum. Localizado no SoHo, parecia menos turístico e por isso mais bacana.

Outro passeio legal para os pequenos, são os parques e, claro, os playgrounds do Central Park são uma excelente opção. Dependendo da estação do ano, a paisagem muda completamente e você vê um novo parque. Perto do Natural History Museum, na altura da 85th Street, tem o Mariner’s Playground com diversos brinquedos e um sprinkler para a criançada amenizar o calor, no verão. Mas uma ótima opção, menos turística e muito legal é o jardim suspenso High Line, no Chelsea. Construído num trilho de trem abandonado, o “parque” passa por mais ou menos dezesseis ruas, da Gansevoort Street, no Meatpacking District, até a W 34th Street, na altura da 10th e 11th Avenida.

E por falar em Meatpacking District, o Chelsea Market é obrigatório. Localizado numa antiga fábrica de biscoitos construída em 1890, o mercado reúne lojas charmosas, com uma oferta mais internacional de produtos, que vão de comidas a livros. Sensacional.

Para os mais tradicionais, o passeio pela Times Square é sempre um atrativo. É onde estão as lojas mais conhecidas em geral e para o público infantil, como a M&M, Hershey’s, Disney e Toys R’ Us. Mesmo fora do circuito Times Square, vale passar pela loja da Lego – menos pela loja, mais pelos produtos – e, claro, pela Fao Schwarz. A loja da Lego é bem pequena, sem muita opção. Apenas fica super bem localizada ao lado do Rockefeller Center, outra opção de passeio no inverno com o pista de patinação e a árvore de natal. Já a Fao Schwarz fica perto do Central Park na 5th Avenue, ao lado da loja da Apple, e é um espetáculo a parte. Três andares de muita diversão, o que inclui o famoso piano do filme Big, com Tom Hanks.

Em geral, as crianças vão gostar da visita ao Zoo do Central Park, que fica próximo a 5th Avenue mesmo. É pequeno mas simpático. Mas um pouco decepcionante porque é bem Madagascar: Cadê o leão, a zebra, a girafa e o hipopótamo? Fugiram!

Não dá para pensar em Nova York, sem pensar nos Musicais da Broadway. Porém, as crianças pequenas não aguentam o tempo de duração, além de muitas vezes ficarem impressionadas com os efeitos e interações das peças. Para os viajantes que passarão apenas uma temporada na cidade, é possível sobreviver sem. Mas, se você faz muita questão de leva-los para assistir alguma peça, a opção é o circuito “off-Broadway” como o New Victory Theatre e o Puppetworks, por exemplo.

Passear por Nova York é muito fácil porque é plana e tem transporte fácil, seja ônibus, metrô ou taxi. Com criança, independente da forma de locomoção que você adotar, os carrinhos “guarda-chuva” são uma opção. Os pequenos, mais cedo ou mais tarde, vão se cansar e, este tipo de carrinho, é leve e fácil de dobrar e carregar no metrô e no ônibus. Se ainda não tem, não se preocupe. Você pode comprar um na própria Toys R’ Us da Times Square por US$20 ou num WalMart qualquer assim que chegar.

Como uma cidade mais cosmopolita, a comida é mais variada e você pode encontrar de tudo para comer. Apenas programe-se em função da fome das crianças. Se ficar num hotel que tenha microondas e geladeira, vá ao mercado e compre frutas e comidinhas mais parecidas com que eles estão acostumados. Um que eu adoro é o Trader Joe’s e tem, pelo menos, em três endereços em Nova York: 14th Street, Broadway e 6th Avenue. Outra opção que usamos muito são as sopas do Panera Bread. O cardápio traz também sanduíches, frutas e saladas. Delicioso e espalhado pela ilha, fácil de achar.

Não deixe de consultar os blogs NY With Kids, Strolling Around e Mommy Popins. Tem dicas excelentes de quem mora e conhece o dia a dia da cidade.

Imagens: Acervo pessoal

;m

Anúncios

Sobre Hearts and Minds

Avessa a mudanças, tive a grata surpresa de descobrir que tudo pode mudar. Menos as coisas mais importantes da vida. Porque aquilo que não toca no coração, não fica na mente.

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Philadelphia Zoo « Hearts and Minds - setembro 13, 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

E em 140 caracteres

%d blogueiros gostam disto: