//
você está lendo...
Odd

Gafe Cultural – Playdate III

Evitei ao máximo mas não pude escapar. Veja bem, não é que não queira me socializar ou qualquer outra coisa, mas é mico na certa.

Resisti o quanto pude porque o convite era para ir na casa da menina. E adivinha de quem? Aquela mesma dos outros playdates e do aniversário com o egg hunt (relembre aqui o Playdate I e Playdate II Aniversário 4).

Como toda hora eu desmarcava, fiz o maior esforço para conciliar o playdate, com uma reunião e natação das crianças. E, claro, o que era um simples playdate quase se tornou um incidente diplomático.

Chegamos pontualmente às 10hs e, apesar da pobre mãe ter se oferecido mil vezes para levar a Helena para casa, insisti em busca-la. Meio dia. Tarefa agressiva para quem tinha uma reunião às 11hs há umas 15 milhas dali.

Voei para a reunião. Cheguei adiantada toda animada achando que com isso, discutiria minha parte e sairia com antecedência. A reunião era bem informal e seguiria um almoço, o qual já tinha avisado que não participaria. Sentei bem de frente para o microondas e fiquei acompanhando a hora. Sabia que se saísse 11:45hs chegaria 5 ou 10 minutos atrasada mas era aceitável. Quem nunca pegou uma família de gansos atravessando a estrada, não é verdade?

A estratégia teria funcionado perfeitamente se não estivéssemos na vida real. Primeiro que não me desvencilhei na hora limite que tinha que sair. Consegui de fato sair meio dia… segundo o relógio do microondas. Sim! E aí vem a pior parte: o relógio do microondas não só estava errado, como marcava um horário totalmente independente de qualquer fuso no planeta terra. Era de fato 12:23hs ou qualquer outro horário sem a menor lógica.

Passei boa parte do caminho, gaguejando uma mensagem ridícula de desculpas dizendo que estaria chegando em 15 minutos. Eis que a mãe me manda uma mensagem dizendo para não me preocupar que as meninas estavam ótimas e já tinham almoçado pizza. Almoçado pizza?

Muito sem graça, ao chegar, pedi outras mil desculpas e fomos embora. Mas não consegui deixar de pensar se a Helena atrapalhou tanto o almoço da casa ou de fato ela ia dar pizza de almoço para a filha.

PepperoniPizza-full

Anúncios

Sobre Hearts and Minds

Avessa a mudanças, tive a grata surpresa de descobrir que tudo pode mudar. Menos as coisas mais importantes da vida. Porque aquilo que não toca no coração, não fica na mente.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

E em 140 caracteres

%d blogueiros gostam disto: